• 22 de janeiro de 2021

UNE completa 80 anos nesta sexta (11) com ato pelas Diretas em São Paulo

 UNE completa 80 anos nesta sexta (11) com ato pelas Diretas em São Paulo

Poucas organizações da sociedade brasileira alcançam oito décadas de atividades interferindo diretamente na vida e rumos do país. Com esse legado, a União Nacional dos Estudantes (UNE) alcança a marca histórica de 80 anos nesta sexta, 11 de agosto, data em que também se comemora o dia do estudante.

Um grande ato de rua será realizado em São Paulo, no Largo São Francisco, a partir das 18h30, incluindo também a posse da nova presidenta da UNE Marianna Dias e da nova diretoria da entidade, eleita em seu último congresso.

O ato de aniversário da UNE terá, como principal reivindicação, a realização de eleições diretas no Brasil. A situação crítica do governo ilegítimo de Michel Temer, mergulhado em denúncias de corrupção e obstrução da justiça, assim como as reformas trabalhista e da previdência são duramente criticadas pelo movimento estudantil brasileiro.

Lideranças políticas de diversos partidos, representantes dos movimentos sociais, da universidade e do setor cultural estarão presentes para engrossar o coro da campanha pelas Diretas Já, entre eles o presidente da CTB, Adilson Araújo, liderança do movimento sindical.

Além disso, o ato também terá atrações musicais gratuitas para a população da cidade de São Paulo, com a apresentação de artistas de diversos estilos como o cantor e compositor Chico César e o rapper Rincon Sapiência. O evento é organizado em parceria com o Centro Acadêmico XI de Agosto, da Faculdade de Direito da Unviersidade de São Paulo, e com a União Estadual dos Estudantes (UEE-SP), cuja diretoria também tomará posse no dia.

Sobre os 80 anos da UNE

O movimento estudantil brasileiro é uma escola pela qual já passaram os mais diferentes personagens do país. Desde o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB), que foi presidente da UNE em 1964, ao atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), ex-militante secundarista.

Desde o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que também presidiu a entidade no Fora Collor, ao ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes (PSDB-SP) e ao ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), que integraram a UNE em diferentes momentos. Na área da cultura, participaram da entidade figuras como Vinícius de Moraes, Arnaldo Jabor, Ferreira Gullar, Cacá Diegues e Beth Carvalho.

Fundada em 11 de agosto de 1937, a UNE já nasceu sendo a principal força popular de combate ao nazismo no Brasil no período de eclosão da Segunda Guerra Mundial. Nos anos 1950, foi protagonista na campanha O Petróleo É Nosso! e na defesa da soberania nacional.

Durante a ditadura militar, os estudantes foram os principais combatentes do regime, sofrendo com perseguições, torturas e mortes. A UNE também mobilizou a campanha pelas Diretas Já! e capitaneou o impeachment de Fernando Collor. Mais recentemente, lutou pela criação de programas como o ProUni, pela popularização da universidade e em defesa da democracia.

Serviço:

Aniversário de 80 anos da UNE, posse das diretorias da UNE e UEE-SP
Data: 11 de agosto (sexta)
Horário: A partir das 18:30h
Local: Largo de São Francisco, centro, São Paulo (SP)

Por Natália Rangel

Fonte: Portal CTB

 

Comerciários

Posts Relacionados