• 21 de outubro de 2021

MTST ocupa Bolsa de Valores em protesto contra a fome, a inflação e o desemprego

 MTST ocupa Bolsa de Valores em protesto contra a fome, a inflação e o desemprego

Ativistas do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) ocuparam no início da tarde desta quinta-feira a B3, sede da Bolsa de Valores brasileira, no centro São Paulo, em protesto contra a fome, a inflação e o desemprego.

O local foi escolhido por simbolizar a “especulação” e a “desigualdade social”, segundo líderes do movimento. “Ocupamos a Bolsa de Valores de São Paulo, maior símbolo da especulação e da desigualdade social. Enquanto as empresas lucram, o povo passa fome e o trabalho é cada vez mais precário. Quem segura o Bolsonaro lá são os donos do mercado!”, publicou o perfil da organização no Twitter.

Carestia é hoje objeto de críticas e protestos dos movimentos sociais:

“Os lucros recordes dos bancos, o aumento de grandes fortunas e o surgimento de 42 novos bilionários no mesmo país onde a insegurança alimentar atinge mais de 116 milhões de pessoas e a fome já é uma realidade para mais de 19 milhões precisa acabar”, continuaram.

Em nota, o movimento disse que essa manifestação dá início a uma campanha que irá realizar ações nos próximos meses em todo o país.

Comerciários

Posts Relacionados