• 13 de junho de 2021

EM REUNIÃO VIRTUAL, SINDICOMERCIÁRIOS ENTREGA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES AOS SETORES PATRONAIS

 EM REUNIÃO VIRTUAL, SINDICOMERCIÁRIOS ENTREGA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES AOS SETORES PATRONAIS

Na manhã desta terça-feira, 8 de junho, o Sindicomerciários Caxias apresentou e fez a entrega da pauta de reivindicações da categoria comerciária de Caxias do Sul e região para os representantes dos setores patronais das lojas, mercados, peças e siderúrgicos. A campanha deste ano, com o slogan “OS COMERCIÁRIOS E AS COMERCIÁRIAS SÃO ESSENCIAIS”, busca a reposição do INPC + 2% de aumento real nos salários e aumento no valor dos pisos.

Além da valorização salarial, o Sindicato luta pela manutenção e ampliação do auxílio-creche, valorização dos triênios e quinquênios, bonificação para o trabalho aos domingos e feriados, e a manutenção dos demais direitos que compõem as cláusulas sociais da Convenção Coletiva de Trabalho, a CCT, que são os direitos conquistados pela categoria ao longo do tempo pelo Sindicomerciários, nas campanhas salariais, e que a nova Lei trabalhista não garante.

APESAR DA PANDEMIA, COMÉRCIO APRESENTOU CRESCIMENTO EM SETORES

O economista Ricardo Franzoi, do Diesse, que acompanhou os representantes do Sindicomerciários na reunião, fez um breve relato da situação econômica vivenciada pelo setor no último ano, ressaltando que “mesmo que a pandemia tenha impactado fortemente a economia, causando grandes problemas em vários setores e desemprego, muitos ramos do comércio apresentaram um resultado positivo, com índices de até 20,8% no número de contratações no último período, principalmente nos setores que não pararam, aqueles considerados essenciais, como o ramo de alimentação”. Franzoi também apontou para uma possível melhor na economia, mas que ela ainda depende de ações concretas do Governo Federal no combate a pandemia e seus efeitos na economia.

MANTER E AMPLIAR DIREITOS

Para Nilvo Riboldi Filho, presidente do Sindicomerciários Caxias, além da reposição das perdas e aumento real, o principal objetivoda campanha é a manutenção dos direitos da CCT e a continuidade da luta pela VACINA JÁ, pela vida, os empregos e a renda dos trabalhadores e as trabalhadoras. “Os trabalhadores do comércio estão na linha de frente desde o início da pandemia, garantindo o abastecimento, e, correndo riscos para suas vidas e de seus familiares. Continuaremos a lutar pela vacinação já de todos os trabalhadores e trabalhadoras! Mas, não podemos abrir mão da sua valorização e da reposição salarial, pois o custo de vida, a alimentação, o transporte, tudo subiu assustadoramente neste momento de crise econômica e sanitária em que estamos passando”.

Guiomar Vidor, presidente da CTR-RS e Fecosul, acrescentou que “o trabalhador já perdeu muito, não podemos perder nenhum direito e, muito menos a vida! Os comerciários e comerciárias merecem o reconhecimento pelo seu trabalho, principalmente durante a pandemia!”

Nas próximas semanas serão realizadas novas rodadas de negociação com os setores patronais, agora individualmente. O Sindicomerciários espera que haja sensibilidade por parte dos patrões de forma que os acordos sejam fechados com rapidez e que atendam as reivindicações da categoria.

Comerciários

Posts Relacionados