• 20 de fevereiro de 2024

Centrais cobram celeridade para reajuste do Salário Mínimo Regional

 Centrais cobram celeridade para reajuste do Salário Mínimo Regional

Na manhã desta quarta-feira, 23, representantes das entidades que integram o Fórum Estadual das Centrais Sindicais no RS, foram à Assembleia Legislativa solicitar ao Presidente Vilmar Zanchin que dialogue com o Governo do Estado para que o Projeto de Lei para o reajuste do Salário Mínimo Regional tenha tramitação mais célere e que sua aprovação ocorra em regime de urgência.

Em virtude de uma agenda externa marcada poucas horas antes deste encontro com os representantes das Centrais Sindicais, o Deputado Vilmar Zanchin, presidente do legislativo, solicitou que a comitiva fosse recebida pelo Superintendente Geral da Casa, Ivanir Roncatto.

O Encontro contou com a participação do Deputado Luís Fernando Mainardi, que tem sido um dos principais defensores do Mínimo Regional e articulador de uma proposta que estabeleça, no futuro, uma política permanente de reajuste do Mínimo Regional que considere integralmente a inflação do período e ganho real de acordo com o PIB apurado.

O Presidente da CTB, Guiomar Vidor, falou sobre a luta incansável que tem sido travada nos últimos anos em defesa do Mínimo Regional. Vidor reclamou da pressão sistemática feita pelo setor empresarial sobre o Governo e o Legislativo, atrasando a tramitação e fazendo com que o reajuste acabe sendo votado no final de cada ano e sem contemplar o pagamento integral da retroatividade à data-base.

Crislaine Carneiro, presidenta do Sintratel e representante da Fecosul, destacou a importância do Mínimo Regional para as mulheres trabalhadoras assalariadas de baixa renda.

Crislaine disse que é uma questão de justiça atentar para o fato de que as mulheres ganham menos que os homens e as mulheres negras, menos ainda que as mulheres brancas, e que o mínimo regional é um fator importante de equilíbrio entre trabalho igual e salário igual.

Ao final do encontro, a comissão percorreu os Gabinetes do Líder do Governo, Deputado Frederico Antunes e da relatora da matéria, Deputada Delegada Nadine Anflor, cobrando as reuniões que foram solicitadas para tratar do tema.

As centrais sindicais reivindicam o reajuste de 15,41%.

Comerciários

Posts Relacionados