• 27 de outubro de 2021

CAMPANHA SALARIAL: EMPRESÁRIOS LOJISTAS DE CAXIAS AMEAÇAM TIRAR DIREITOS E NEGAM REAJUSTE DIGNO PARA SEUS FUNCIONÁRIOS

 CAMPANHA SALARIAL: EMPRESÁRIOS LOJISTAS DE CAXIAS AMEAÇAM TIRAR DIREITOS E NEGAM REAJUSTE DIGNO PARA SEUS FUNCIONÁRIOS

A primeira rodada de negociação da campanha salarial 2021 com os empresários do setor lojista, ocorrida nesta segunda-feira, 12, surpreendeu negativamente a direção do Sindicomerciários. O tom dos patrões de lojas foi de não dar sequer o reajuste da inflação para a categoria e ainda querem retirar direitos conquistados há muito tempo na Convenção Coletiva de Trabalho, a CCT, através da luta dos comerciários e comerciárias junto com o Sindicato.

MIGALHAS ABAIXO DA INFLAÇÃO

Em uma postura que não reconhece a dedicação e os riscos enfrentados pela categoria na pandemia, os patrões de lojas ofereceram apenas 70% do índice da inflação para os salários, lembrando que a inflação do período ficou em 9,22% e o Sindicomerciários luta pelo reajuste de 11%.

Ou seja, os empresários já repassaram a inflação para seus produtos, mas não querem fazer o mesmo com os salários de seus funcionários. Isso não é justo, isso é desrespeito.

FALTA DE COMPROMISSO SOCIAL

Outra postura lamentável dos empresários lojistas na mesa de negociação foi a tentativa de retirar direitos sociais da CCT que são muito importantes para a categoria.

Veja o que eles querem retirar:

Auxílio-creche; quebra de caixa; e auxílio funeral.

E, para piorar, querem que a categoria trabalhe três domingos para folgar um, lembrando que hoje são dois domingos para folgar um; e querem que se trabalhe ‘todos’ os feriados, inclusive Natal, Dia do Trabalhador e 1º de janeiro!

“NÃO ACEITAMOS ATAQUES E RETROCESSOS”

Para o presidente do Sindicomerciários Caxias, Nilvo Riboldi, a posição dos empresários de lojas na primeira reunião demonstrou falta de sensibilidade e falta de reconhecimento com a categoria. “Como podem propor coisas do tipo retirar auxílio-creche? Como as funcionárias poderão trabalhar nas lojas sem ter onde deixar seus filhos? Como podem propor retirada da quebra de caixa? E que a categoria comerciária não tenha mais o direito de passar o Natal com a família? É muita crueldade e falta de sensibilidade com uma categoria que se dedicou tanto nessa pandemia para manter o comércio funcionando. Nós não aceitaremos ataques e retrocessos”, afirmou

QUEREMOS REAJUSTE DE 11% E NENHUM DIREITO A MENOS

A campanha salarial dos comerciários e comerciárias caxienses tem como slogan OS COMERCIÁRIOS SÃO ESSENCIAIS, e a prioridade da luta do Sindicomerciários Caxias, ao lado da categoria, é pelo reajuste de 11% nos salários, isso devido a inflação que vem derretendo o poder de compra das famílias comerciárias. A luta neste ano também é pela manutenção de todos os direitos da CCT, vacinação mais rápida para todos, EPIs e mais medidas de proteção, além da resolução do problema dos ônibus lotados, que tornam-se ainda mais perigosos com a possível chegada da variante Delta da Covid.

A próxima reunião de negociação com os empresários lojistas será na semana que vem.

Comerciários

Posts Relacionados