Comerciários aprovam em assembleia geral medidas para a continuidade dos atendimentos e a contribuição sindical

dois

O Sindicato dos Empregados no Comércio (Sindicomerciários) reuniu os comerciários de Caxias do Sul, Flores da Cunha, São Marcos e Nova Pádua no auditório da entidade na noite de terça-feira, 20 de fevereiro, para a Assembleia Geral, realizada para debater o futuro do sindicato após a Reforma Trabalhista, sua sustentabilidade e a manutenção dos mais de 30 mil atendimentos que a entidade presta anualmente.   A assembleia, que vinha sendo divulgada amplamente durante quase um mês, através de propagandas nas rádios, publicação de editais, jornal…

Leia mais »

Assembleia Geral debate futuro do Sindicomerciários após a Reforma Trabalhista, sustentabilidade e a manutenção dos mais de 30 mil atendimentos

DSC_1011 nova

Na próxima terça-feira, 20 de fevereiro, o Sindicato dos Empregados no Comércio de Caxias do Sul (Sindicomerciários) estará realizando no seu auditório, na Rua Garibaldi, nº 370, Centro, às 19h, a assembléia geral para debater com a categoria o futuro da entidade, a sua sustentabilidade com as novas mudanças após a Reforma Trabalhista, a contribuição sindical e a viabilização da continuação dos serviços prestados aos trabalhadores. A assembléia está aberta a todos os trabalhadores comerciários, como vem sendo amplamente divulgado através de editais e nas…

Leia mais »

Sindicato sela parceria com SESC para programa Brincando nas Férias 2018

adsadsasd

Associados têm valor diferenciado nas atividades destinadas às crianças O verão está chegando! Pensando nisso, o Sindicomerciários e o SESC Caxias do Sul selaram uma parceria que promete divertir a criançada em 2018, além de auxiliar os pais no período de recesso escolar. O projeto Brincando nas Férias – Verão 2018, que ocorrerá entre os dias 15 de janeiro e 9 de fevereiro, oportuniza aos pequenos um espaço de integração, diversão e aprendizado. As atividades serão realizadas no período da tarde, sempre das 13h30min às…

Leia mais »

Reajuste do Salário Mínimo em 2018 é o menor dos últimos 24 anos

salariominimo2018-ctb

Cerca de 45 milhões de pessoas em todo o Brasil terão seu poder de compra reduzido após decreto presidencial que reduziu a projeção de aumento do mínimo este ano. O reajuste de 1,81% no valor do salário mínimo para o ano de 2018, de R$ 937 para R$ 954, é o menor em 24 anos, de acordo com os dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Veja os valores do salário mínimo por estado: ACRE Segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto…

Leia mais »

Brasil: 25% na linha de pobreza, menos trabalho formal e desemprego de jovens

20170904-jornal-sul21-gs-310817-5204-03

Geração “nem nem”, de jovens que não trabalham e não estudam, aumentou no ano passado A Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada em dezembro pelo IBGE, traz um retrato da piora da situação do país em 2016, com aumento da pobreza, do desemprego, da informalidade e da desigualdade. Por exemplo, segundo o instituto, entre os 10% da população de menor rendimento, 78,5% eram pretos ou pardos (classificação usada pelo IBGE). Na outra ponta, entre os 10% com maior rendimento, eles representavam apenas 24,8%. A pesquisa…

Leia mais »

90% dos brasileiros não confiam em Temer, aponta pesquisa CNI-Ibope

20171025-temer-lulamarquesagenciapt-e1511531654980

O governo do presidente Michel Temer (PMDB) foi considerado ruim ou péssimo por 74% da população, de acordo com a pesquisa CNI/Ibope. Já 6% consideram ótimo ou bom, 19% regular e 2% não sabem ou não responderam. O levantamento foi divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A pesquisa CNI-Ibope do quarto trimestre de 2017 foi realizada entre 7 e 10 de dezembro, com 2 mil pessoas em 127 municípios e revela a avaliação dos brasileiros sobre o desempenho do governo federal. No último levantamento, divulgado…

Leia mais »

Recessão levou 9 milhões de brasileiros de volta à pobreza

20171218-crise-familias-pobreza_abr-400×251

Devido à crise econômica, pouco mais de 9 milhões de pessoas voltaram à pobreza entre 2015 e 2016. Destes, 5,4 milhões vivem atualmente em condição de “extrema pobreza“. O levantamento foi realizado pelo Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade (Iets), que apontou o aumento do desemprego e a deterioração da renda como causas. O estudo, divulgado pelo jornal Valor Econômico, cruzou dados da Síntese de Indicadores Sociais e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), ambos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na reportagem, especialistas ressaltam que,…

Leia mais »

Arrecadação de impostos no Brasil sempre foi implacável com o mais pobre

image_large

País precisa construir uma nova matriz tributária que alie exigências da economia sustentável aos novos requisitos da sociedade de serviços e cujo objetivo seja orientado pela busca da equidade Do ponto de vista contábil, o Estado devolve através de políticas públicas para o conjunto da sociedade o que capturou na forma de tributação do excedente gerado pelo processo econômico, após deduzir o custo do seu próprio funcionamento. Nesse sentido, interessa saber a eficácia e o custo do Estado para gastar o que arrecada pelos impostos,…

Leia mais »

Idosos na mira de Temer: milhares podem perder BPC

edsonrimonatto117160

Milhares de idosos carentes com mais de 65 anos de idade podem perder, a partir de 2018, o direito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) porque o governo do ilegítimo e golpista Michel Temer (PMDB-SP) não divulgou de forma adequada que era obrigatório fazer o recadastramento no programa até o dia 31 de dezembro deste ano. A informação aos idosos ficou restrita ao envio de cartas para as suas casas. Foi aí que começaram os problemas. Muitos não moram mais no mesmo local informado ao…

Leia mais »

Após reforma trabalhista, redes começam a testar jornada de 12 horas

carteiradetrabalho

Trabalhadores do varejo já começam a sentir na pele os efeitos da precarização do trabalho proporcionados pela reforma trabalhista do governo Temer e do PSDB. A reforma entrou em vigor em novembro e o setor do varejo foi um dos primeiros a adotar o regime intermitente – em que o trabalhador recebe por hora trabalhada e sem benefícios – e será um dos primeiros a testar a jornada de 12 horas diárias, outro modelo agora permitido com a nova legislação trabalhista.Ao menos dois grandes grupos…

Leia mais »