Convenção Coletiva: Reajuste salarial é definido acima da inflação para comerciários de mercados

pexels-photo-264636

Acordo coletivo foi fechado nesta quarta-feira (11) com índice de 3%

 

Foram necessários três rodadas de negociação, iniciadas ainda em julho, uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, em Porto Alegre, nesta terça-feira (10), e diversos contatos telefônicos entre o Sindicato dos Empregados no Comércio de Caxias do Sul – Sindicomerciários – e o Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Caxias do Sul – Sindigêneros, para que o fechamento do acordo coletivo 2017/2018 ocorresse nesta quarta-feira (11). O reajuste ficou em 3%, retroativo a data-base (1º de julho). Um aumento maior que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC – do período que foi de 2.56%. Os pisos ficaram em R$1.235 para os normativos e R$995,00 para empacotador, carrinheiro e menor aprendiz.

O presidente do Sindicomerciários, Silvio Frasson, acredita que as negociações chegaram ao limite para as entidades. “A negociação este ano foi muito complicada. Tivemos muita dificuldade em conseguir chegar ao índice maior que a inflação. Os patrões estavam irredutíveis. Quando conseguimos alcançar 3%, não avançávamos nos pisos. Chegamos ao nosso limite para negociar e percebemos que o patronal também. Mas, conseguimos conquistar o aumento real que tanto defendemos”, avaliou o presidente.

Os domingos ficaram acertados entre R$50 e R$60 (dependendo do salário base). Sobre os feriados, os mercados não poderão utilizar a mão de obra do empregado no Natal, primeiro do ano e primeiro de maio. Para os demais feriados, o prêmio ficará entre R$80 e R$113 (também dependendo do salário base do funcionário).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *